Como colocar um japonês dentro de um rolo de papel arroz

Pra quem assistiu “O Albergue”, isso é como desenho do Zé Colméia. Para quem não, vira igual “Happy Tree Friends”, pode ser útil o conselho para não acessar o link quem almoçou gohan com sushi.

Essa prancha é um tratado anatômico feito no Japão em 1819. Na verdade, não é uma prancha, mas um pergaminho roliço, igual aqueles que você vê em filmes de samurai. Chama-se “Pergaminhos de Anatomia de Kaibo Zonshinzu, ilustrado pelo médico Yasukazu Minagaki, consistindo de várias etapas de 40 homens que foram condenados a perder a cabeça sendo dissecados sistematicamente, da cabeça aos pés, passando pelas partes íntimas e que não tomam sol. Tem mais sangue, músculos e tendões do que as páginas do mangá “Blade”, que capturou um pouco do clima desse trabalho. É o “Gray’s Anatomy” – o livro, não a série adocicada – versão nipônica e grotesca.

Nesses dois links estão os scans desse pergaminho que espreme e sai sangue.

Beije meu músculo ou morra tentando

Engulam suas próprias salivas, descrentes de pouca fé. Há de se asfixiar na própria língua aqueles que bradaram que Rob Liefeld, o tacanho, não sabe desenhar anatomia.

Numa tática de tecnologia reversa, já que ele não desenha corretamente as partes pudentas e não pudentas dos seres humanos, a solução foi procurar por aqueles que possuem uma relação anatômica que fariam o Homem Vitruviano, de Da Vinci, soltar excrementos de exclamação.

Já havia visto fotos de Gregg Valentino, mas sempre achei, ó ignorância, de que era uma imagem manipulada por algum micreiro de quinta categoria no Photoshop, de tão tosca e exagerada.
Mas não é, o sujeito tem os braços que pedem para serem desenhados por Liefeld:

E na leva desses videos bizarros, também aparecem o resto da equipe que não é mutante, mas anabolizante.
Esse é Klaus Döring, o Homem-Bife, ou para ser preciso, o Homem-Cupim-de-Boi.

E as mulheres (defina mulheres)? Descreva em uma palavra como seria a TPM dessa dona.

Meu lado sadonanista sempre imaginou como seria uma experiência de ir pra cama com uma dessas mulheres. Você deve se sentir tão…mulher de tão frágil. Na verdade sempre tentei imaginar como seria uma chave de perna que uma delas deve dar em você quando ela atinge o orgasmo. Você deve quebrar sua coluna em dois feito bolacha bijú ou te espancar de tanto prazer. Se bem que pra chegar nesse nível alguma coisa deveria estar armada e de prontidão, e olhando para esse açougue ambulante em forma de algo que já foi mulher, o movimento peniano seria mais para retração do que para ereção.

Feliz fígados para eles.