Hiro – Curso de desenho online

Você, que sempre pediu por uma versão online do Curso de Desenho Dinâmico e Intuitivo do Hiro, eis que chegou a hora.

Screen Shot 2017-06-20 at 1.43.28 PMComo já é conhecido por muitos, meu curso não tem a proposta de ensinar a desenhar da maneira clássica e acadêmica. Aqui não ensinarei anatomia, composição, perspectiva, sombra e luz ou teoria da cor.

A proposta do curso são as seguintes:

• Ganhar segurança para desenhar, aumentando a fluidez e a dinâmica no traço;

• No primeiro momento, no processo de rascunho, trocar o raciocínio pela intuição, usando velocidade e atenção

• Trocar controle do traço pelo estado de atenção e foco;

• Mudar a maneira que o aluno observa o desenho, os esboços e as referências, focando mais no processo do que no resultado;

• Transferir idéias para o papel de maneira mais eficiente e rápida, sem questionamentos e a perda do significado ao longo do processo;

• Tirar bloqueios criativos

Utilizo muitos conceitos subjetivos que devem ser utilizados juntamente com o estudo clássico de desenho, muitos exercícios envolvendo criação e conceitualização de personagens e boa parte do meu curso é focado na produção, observação e análise de sketches ou rascunhos.

TURMA DE TERÇA

Início: Terças, 12 de setembro, aula final dia 28 de novembro, das 20 as 22h.

Duração de 12 aulas de 2 horas de duração cada (cerca de 3 meses).

Neste modelo de curso não haverá correção de exercícios individualmente, mas teremos 02 sessões tira-duvidas em grupo, com duração de 2 horas, separadas do cronograma das aulas normais:

Tira-Duvida 01: 05 de outubro, quinta, das 20 as 22h.

Tira- Duvida 02: 30 de novembro, quinta, das 20 as 22h.


CONTEÚDO BÁSICO DO CURSO

- trocando o raciocinio pela intuição (ou como fazer a mão ficar mais solta e a cabeça menos dura)

- Mudando a maneira de ver o desenho – aumentando seu vocabulário gráfico

- Analisando e interpretando esboços

- Você quer desenhar forma ou movimento? A importância do gestual no desenho

- Usando erros como ferramentas de trabalho

- Como desenhar de memória de maneira mais eficiente?

- Trabalhando com idéias, e não formas – porque a idéia sempre vai ser mais importante que o desenho.

- Construindo seu desenho: sutilezas, percepção e outras coisinhas

- Expressão facial e corporal

- Dicas de finalização e contorno

A intenção do curso é mostrar e explicar meu processo de desenho, desde o início, até a arte final do contorno, utilizando muitos conceitos que dou no meu curso presencial, de desenho intuitivo e da troca do controle pelo estado de atenção, e como você pode incorporar esses processos no seu desenho.

A aula TIRA-DUVIDA, que acontecerá em duas quintas à noite, serão reservadas para responder perguntas que não puderam ser respondidas durante o curso ou tirar quaisquer outras duvidas relacionadas a desenho ou carreira. É uma aula aberta para todos os alunos inscritos no curso de férias, independente do período.

Todas os desenhos serão feitos diretamente no Photoshop. Os alunos poderão tentar acompanhar de maneira digital ou no velho lápis e papel.

As aulas serão feitas pelo programa ZOOM, podendo ser visualizadas diretamento no seu navegador.

 

DIFERENÇAS DO CURSO PRESENCIAL

Este curso não é o mesmo que ministro presencialmente, que tem a duração de um semestre (15 aulas de 3 horas). No curso presencial eu tenho a oportunidade de dar exercícios e corrigi-los no momento, além de conversar pontualmente com cada aluno, olhando detalhadamente particularidades no ato de desenhar de cada um.  A demanda por esse curso é muito grande, mas é impossível reproduzi-lo online.

Esse curso é um apanhado de alguns conceitos que ministro no curso presencial, usando meu próprio desenho como exemplo. Acredito que essas dicas durante esse processo também são valiosas para quem procura melhorar o proprio traço, principalmente no estilo mais estilizado e cartunizado, no qual eu sou especializado.

PRÉ-REQUISITO

Esse curso é recomendado para quem tem noções básicas de desenho (para aquele que sabe onde quer chegar e sabe onde estão as travas), ou para quem ao menos tenta desenhar de forma constante, mesmo errática. Não é recomendado para quem nunca desenhou ou não tem o hábito de desenhar há muito tempo. Para esse tipo de perfil, seria necessário outra abordagem, que não é dada durante este curso.

Obviamente, este curso é recomendado para quem se identifica com o desenho que eu faço – infantil, cartunizado, estilizado, mas cheio de movimento e vida.

 

VALOR

R$1.400,00, podendo ser pagos por boleto bancario ou cartão no PagSeguro.

OU R$1.350,00 por transferencia ou depósito bancario direto.

 

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES

Envie uma mensagem para hiroonline2@gmail.com e você irá receber a uma ficha de inscrição para ser preenchida e uma notificação do PagSeguro ou os dados bancarios para o pagamento.

 

 

DÚVIDAS? SIM, CLARO!

O curso é online E presencial?

Sim, meu caro! Você precisa estar na frente do computador, tablet ou smartphone pra que a mágica aconteça.

Quais os requisitos técnicos que necessários?

Se vc particpar por computador, vai precisar de conexão de internet, microfone e câmera.  Não é obrigatório microfone e câmera, mas sem isso vc conseguirá assistir mas não participar das aulas.

Esse curso online é o mesmo que vc dá presencial?

Sim e não. Ele possui elementos e conceitos que uso no meu curso presencial, como o desenho intuitivo e o aumento da percepção. Mas é bem diferente do presencial, onde consigo dar exercícios e corrigi-los individualmente na própria aula. O tratamento que dou para cada aluno nas aulas presenciais é, por natureza, muito diferente de uma aula virtual. Frequentemente eu mudo o conteudo da aula individualmente se vejo que o aluno tem uma dificuldade muito específica, por exemplo.

Por que não haverá correção de exercícios?

Por conta da grande quantidade e variedade de exercícios que irei propor, seria inviável corrigir todos os desenhos. O que é possível é fazer um apanhado geral no final do curso, individualmente, com observações pontuais que serão enviadas por email.

 

 

 

Não, não e não. Duas vezes não, duzentas vezes não.


Algumas pessoas e empresas estão usando a imagem da Audrey que fiz como exercício como uma Fast Girl, sem permissão, autorização ou benção pra estampar camisetas, vestidinhos e outras coisas, algumas até empresas de grande porte e outras com preços bem salgado. Talvez ninguém tenha dito isso pra vocês antes de montar um negócio baseado em imagens, mas tem uma coisa chamada direito autoral, e se não sabem o que é isso ou não se importam, talvez ao passarmos do âmbito comercial e artístico para o judicial a coisa fica menos divertida mas mais correta (no caso o verbo está no passado, porque eu “já passei” para o âmbito legal). Nesse caso, da minha parte e da Viacom, que é a proprietária dos direitos da Bonequinha de Luxo.


Obrigado pela Juliane Barros pelo toque desse novo usuário indevido.
E não gente, não adianta pedir pra usar a imagem que não dá, não quero e nem tenho o direito, já que, como disse acima, a personagem pertence à Viacom Company.

E obrigado pela Marcella Carter pelo novo aviso da imagem com o gato mequetrefe.

Desenho é minha constante, mas quero o cajado do Mr. Eko pra garantir

É off-topic de ilustração, mas foda-se. Assumo que sou nerd e tenho minhas paixões além do desenho e senhoritas. Lost foi uma delas, mesmo com o final mais fecal de uma série de TV. Comparativamente, Lost foi como um casamento com divórcio linchante: apaixona-se, acha que é algo único, fica morno, dá uma requentada e no final, quando acredita-se que vai ter uma solução para tudo, caga-se na saída, com muita decepção, um pouco de raiva e vontade de passar uma borracha na memória.

Pra compensar, se você tem dinheiro sobrando, acontece na internet um leilão (clicaqui) com todos – sim, todos, na compreensão da palavra – objetos usados na série. Do carro do Hurley, da cadeira de rodas do Locke até a bombinha de asma da Shannon. Parece que os valores vão de US$200 (as latinhas de cerveja da Dharma) até uns US$50 mil, acho que vão leiloar até o submarino. São ginórmicas 30 páginas de itens no site, nunca o dinheiro valeu tão pouco.
Eko
Se eu tivesse dinheiro pra torrar feito espanta-mosquito, ah, tantascriançaspassandofomenomundo, eu queria muuito o cajado do Mr. Eko pra ficar do lado da minha mesa.
Faraday
E claro, Clovis…o sketchbook do Faraday!! Esse sim é objeto de desejo, dá um comichão na mão e na carteira.

Ensaboa mulata, ensaboa

Vai, desculpe pela falta de posts, ainda vai levar uma semana pra coisa voltar ao normal; tô há semanas à base de cenoura com Nutella e mijando em garrafa de Gatorade na frente do computador pra entregar um projeto no final do mês. Sempre que volto de férias é trabalho acumulado que desperdiça o descanso adquirido: ensaboa mulata, ensaboa, tô ensaboando…
São nessas horas que eu penso se não vale a pena investir em um sidekick pra ajudar nas tarefas. Mas sempre que o trabalho dá uma acalmada vem também a vontade de dar um peteleco no sujeito. Talvez eu precise é de uma secretária que ilustre. E que saiba cozinhar feijão e tirar cabelo do ralo, assim a vontade de dar um peteleco diminui. Hum.

O blog, coitado, vira filhote de pomba em incêndio, é a última prioridade.
ferias
Mais uma semaninha. Ou duas. Com Fast Girls agora feitas do jeito papai-e-mamãe, no lápis e papel.

Mes petit amis de voyage

Pra quem perguntou que materiais que eu usei e uso nas viagens, ei-los, bonitinhos e faceiros.
DSC02729
DSC02730
É um conjuntinho de aquarela do tamanho de um maço de cigarros da Winsor & Newton, uma caixinha de metal com um tanquezinho de água ou conhaque, dependendo da sua necessidade primordial. US$ 85 na Dick Blick de NY.

E os pincéis são compactos, daqueles que a capinha protetora vira parte do cabo quando abertos.

Cabem até no bolso da jaqueta. Por isso adoro as baixinhas.

Um menino, uma lhama, uma cordilheira e aquarelas de arrancar os olhos

Senhores, contemplem.
Gonzalo Cárcamo é um aquarelista tão iluminado, tão talentoso que você tem vontade de ficar apertando a sua mão indefinidamente pra ver se passa algum talento por osmose. Tive a honra de aprender alguma coisa de aquarela com ele e finalmente consegui comprar uma jóia feita de papel feita por ele.

Thapa Kunturi – Ninho do Condor (Companhia das Letrinhas) é um belíssimo-íssimo livro ilustrado e escrito pelo Cárcamo. Faz um ilustrador como eu se sentir pequeninho como uma larva de goiaba.
Não é puxação de saco barata e desproposital, é puxação de saco com motivação sim. É um livro tão belo que chega a secar os olhos, uma ironia porque tudo ali é feito com aquarela, tão bela e tão fluída, é como uma virgem tomando banho de leite impressa em papel couchê.

A história se passa nos Andes na época pré-colombiana e conta a história meiga de um menininho de poncho e sua lhama, que não cospe, de estimação.

E vale cada centavo investido nesse livro.

Dêem um quico no Speedy

Não só eu, mas como milhares de pessoas estão com a conexão Speedy com uma bola de ferro amarrada no pé. Estou com uma fantástica velocidade de 3 kb/s, o suficiente pra fazer download de confete de papel.
Paciência, paciência…