Seu casamento vai arrasar, disse seu padrinho agourento

Isso não tem nada a ver com ilustração, mas dá uma pausa pro café porque é uma história mutcho boa.

Já vi noivas que viam sinais em tudo. Mancha de batom no vestido, pombo cagando no carro da noiva, mendigo moribundo aparecendo no meio da escadaria na frente dos noivos sainda da igreja, tudo era sinal de que o casamento não daria certo.

E o que dizer de um terremoto no meio do casamento? Quando as forças da natureza impedem o laço é porque alguém deve ser medalha de ouro em olho gordo.

Essas fotos não são de filmagens ou pegadinhas. Tem muito mais no site em chinês. Enquanto o enlace dos pombinhos corria solto, aconteceu o fatídico terremoto de 7.9 pontos na escala Richter, que desmorona até integridade de virgem. Isso aconteceu em Sichuan, cidade mais atingida pelo evento catastrófico e conhecida por ser a capital do mais-do-que-mimado urso panda.
Não sei ler chinês, mas pelo que vi em outro site, pombinhos e convidados não perderam a vida, o que infelizmente não aconteceu com milhares de crianças em escolas na mesma cidade.

Meu amor por você passa antes pelo carburador do meu carro

Diz o velho ditado que ninguém conhece que não se empresta carro, livro ou mulher, porque eles voltam estranhos ou estragados.
A leitora Luisa Mancuso enviou essa dica pra postar se eu achasse interessante. Não tem muito a ver com ilustração, mas sempre tem um quê de inspiração nessas fotos, então vale, porque inspiração pra ilustrador é que nem dinheiro ou cueca limpa, nunca é demais.
carroveios
Essas fotos são o mesmo que dar alho pra vampiro chupar para aqueles que ficam com coceira na mão e no bolso pra trocar o carro a cada três anos ou menos.
São fotos premiadas do italiano Matteo Ferrari (tem mais aqui) que teve a paciência oriental de buscar fotos antigas de donos orgulhosos com seus Bugattis 56 como se eles fossem um membro da família, ou como extensão do pênis, como alguns psicólogos falam de pessoas que se sentem completas apenas dentro de um carro, pesquisar aqueles que tem esse tipo de amor metálico a ponto de deixar o carro mais impecável que suas barrigas e tirar uma nova foto na mesma posição para comprovar a inexorável e injusta ação do tempo em seres orgânicos

Inserindo um trauma permanente de infância em 15 segundos e um clique.


Pra dizer que não tem nada a ver com desenho, isso se parece muito com as idéias deturpadas de quadrinhos alternativos, mas é só uma desculpa pra mostrar essa foto que mostra que nem tudo o que é fofo, macio e agradável pode se tornar uma lembrança de uma infância feliz. Que coelho sinistro da porra! Se essa menina virasse uma ilustradora teria criado o livro “Suicide Bunnies”. Ou teria concebido um filme como “Donnie Darko”, o melhor filme que eu não entendi nada que já vi até hoje.

Não precisa ir muito longe. Meus maiores traumas de infância vem de um aprazível sorvete Chica-Bom e daqueles plásticos coloridos que simulavam TVs coloridas na década de 70. Um dia vou escrever um livro dos porquês disso.

Tubarão Filé

É post off-topic, não tem nada a ver com ilustração, mas esse tipo de foto me dá vontade de ser vegan e só ficar na saladinha.

Precisa fatiar um animal magnífico desses pra comer (mais de 20 metros de comprimento e dócil como um carneiro)? As vacas que temos não dão pro gasto?
Só de olhar pro tamanho da serra dá pra ver que não é a primeira vez que isso acontece.

Azar pra quem come. Carne de tubarão tem alta concentração de mercúrio.