Lâmina McDia Feliz 2010

Deve entrar hoje ou amanhã a lâmina que eu fiz para o McDia Feliz, que acontece agora dia 28 de agosto. Não é um trabalho e assunto que dê pra brincar muito ou bananear nas idéias (ao contrário das próximas), então ela é mais correta do que criativa.
McDia2010
Se você quiser ver maior agora, vai no meu site-portfólio que lá tem a imagem generosa pra ver os detalhes (quando você clicar no thumbnail e aparecer a imagem média, clique nessa imagem que ela vai ficar maior ainda).

A despeito daqueles que enxergam conspiração até em condicionador de cabelo, a parada é séria, muito sério, já fui visitar pessoalmente algum dos hospitais esponsorados pelo Instituto Ronald McDonald e outros próprios do instituto, e conheci algumas das crianças tratadas. Você sai de lá do tamanho de um filhote de grão de ervilha, e ao mesmo tempo impressionado com algumas soluções que eles criaram para melhorar o tratamento de crianças com câncer.

Homem Aranha come Sopa de Salsicha

falei antes sobre o Eduardo Medeiros e seu traço fodaço.
homem-aranha
E agora, graças a uma indicação do Rafael Grampá, que fez a capa da revista Strange Tales da Marvel a um editor com a cabeça arejada, ele foi convidado a ilustrar uma história do nada menos flexível Homem Aranha. Deve sair em breve, breve, leia nas palavras do próprio pai em seu blog.

Parabéns é pouco e a expectativa é muita de ver super-heróis com o traço de Sopa de Salsicha.

Desenho é minha constante, mas quero o cajado do Mr. Eko pra garantir

É off-topic de ilustração, mas foda-se. Assumo que sou nerd e tenho minhas paixões além do desenho e senhoritas. Lost foi uma delas, mesmo com o final mais fecal de uma série de TV. Comparativamente, Lost foi como um casamento com divórcio linchante: apaixona-se, acha que é algo único, fica morno, dá uma requentada e no final, quando acredita-se que vai ter uma solução para tudo, caga-se na saída, com muita decepção, um pouco de raiva e vontade de passar uma borracha na memória.

Pra compensar, se você tem dinheiro sobrando, acontece na internet um leilão (clicaqui) com todos – sim, todos, na compreensão da palavra – objetos usados na série. Do carro do Hurley, da cadeira de rodas do Locke até a bombinha de asma da Shannon. Parece que os valores vão de US$200 (as latinhas de cerveja da Dharma) até uns US$50 mil, acho que vão leiloar até o submarino. São ginórmicas 30 páginas de itens no site, nunca o dinheiro valeu tão pouco.
Eko
Se eu tivesse dinheiro pra torrar feito espanta-mosquito, ah, tantascriançaspassandofomenomundo, eu queria muuito o cajado do Mr. Eko pra ficar do lado da minha mesa.
Faraday
E claro, Clovis…o sketchbook do Faraday!! Esse sim é objeto de desejo, dá um comichão na mão e na carteira.

Olhos de Pikachu pra Fundação Telefonica

Sessão jabásico deste blog apresenta os trabalhos que eu fiz para a Fundação Telefonica, pela agência Y&R, para a campanha Pro Menino que entrou no ar há pouco.
Capafolheto
Foram feitos todos no Painter XI em pastel sem textura de papel.
promenino3
Esses trabalhos da Fundação Telefonica me remetem ao primeiro trabalho que eu fiz para eles e que eu gostei mais do que demais, com criação do saudosíssimo Tomás Lorente, que faleceu no ano passado. Foi dele a carta branca para fazerem o filme da Karina com a cara dos meus desenhos. E pode ser piegas, mas esse filminho com a voz da Luciana Mello é bonitinho de dar diabete em abelha.

Diamante bruto, mas não violento – Portfólio do Rodrigo Okuyama, vulgo Poneis

Como escrevi no post anterior, alguns portfólios que encontrei nessa vidinha de bípede ilustrador fizeram os olhos apertados deste oriental quase rasgarem de tamanha exposição à luz.
Alguns desses eu encontrei quando fui convidado a avaliar portfólios no evento Ilustre, que aconteceu no SESC Pinheiros em maio e junho. Geralmente nessas sessões de avaliação, até pelo nome, você espera um nível de ilustração bem iniciante, onde você tem paciência e dá conselhos a rodo para o sujeito do outro lado da mesa encontrar seu caminho, tentando tirar a faca os erros mais crassos em sua pasta, em seu trabalho e em seu traço.

Algumas vezes, porém, você encontra gente igual filhote de elefante, já nasceu pronto pra sair andando com as próprias pernas em pouco tempo. No evento Ilustre encontrei algumas dessas piritas ilustrantes.
Princesa CAPA_04
O cara em questão é o Rodrigo Okuyama, vulgo Ponêis (é, eu também não consigo falar direito). É aluno da FAU, não trabalhou ainda como ilustrador profissional e tem um trabalho desbundante. Foi lá no evento Ilustre com a sua pasta para ser avaliada por mim, mais tímido e temeroso do que um ratinho mijando. Taí, demorei mas postei.
stencil
O trabalho dele é muito, muito delicado e refinado, principalmente as infantis que têm um frescor europeu muito forte. Mas ele também é muito bom no conceito criativo – isso sim é ave Dodô no mundo dos portfólios, mais até do que um traço bom – fazendo ilustrações com um forte conceito gráfico, usando cores, colagens, retículas e com uma direção de arte muito sólida e original. Se eu puxo a sardinha dele desse jeito é porque tem motivo. A pasta dele realmente me impressionou muito. Hidromel para ele e para todos que concordarem.
party
Johny
Como esse blog é bem visto por uma comunidade de ilustradores E diretores de arte e publicitários, decidi que valia a pena divulgar esses portfólios de gente verde com muito talento. Como disse Eugênio Mohallen certa vez quando mostrei o portfólio pra ele: “Não posso te dar um emprego, o mínimo que eu posso fazer é ver sua pasta”. Tipo de sabedoria e humildade cada vez mais rara nesse universo da propaganda.

Acho que, como Mohallen, o mínimo que posso fazer aqui é ver a pasta, pois emprego não posso dar. E se o sujeito é iniciante ou nunca trabalhou e tem o traço ou a criatividade excepcional, esse deve ser mostrado. Se esse for o caso, passe o link pra eu ver e, se o seu trabalho levantar os pelinhos da minha nuca, com certeza vou divulgá-lo. Mas por favor, não me peçam com olhos molhados de gato de botas pra eu colocar seus trabalhos aqui, não implorem apenas pela necessidade de emprego, dinheiro ou de tirar uma insegurança. Um talento excepcional fala por si, não precisa da boca ou do mimimi para ser ouvido.

Portifinha

Uma ilustração que não entrou num lâmina de bandeja e dei um tapinha na boneca pra entrar no site portfólio.
Cakegrrl copy
Serve pra reviver um post sobre como montar portfólios, que escrevi em fevereiro de 2007. Depois desse tempo, quase nada não mudou, pelo contrário. As pessoas é que ficaram mais ansiosas.

De vez em quando a gente pega um portfólio pra avaliar tão bom que salta aos olhos. Em comparação, tem outros que arranham a retina.

IlustraBrasil 7, meus caros

Acontece em agosto a sétima edição do IlustraBrasil, evento organizado pela SIB – Sociedade dos Ilustradores do Brasil que, como a própria intitula, “um espaço para discussão sobre o desenho publicado no Brasil”.
mariobagcat
Como todas edições, a programação tem os mais finas coxinhas da ilustração brasileira, clica aqui pra ver o site oficial. Assim como foi o evento Ilustre, no SESC, é também obrigatório, ou pelo menos desejável para todos aqueles que trabalham profissionalmente ou tem a pretensão de fazerem isso. A exposição começa dia 9 de agosto no SENAC da Lapa, na rua Scipião 67.

De lambuja, essa é a programação, se você tiver preguiça de dar um clique no link oficial:

Abertura

Dia 09/08/2010, segunda-feira, às 20h
Coquetel e abertura da exposição de trabalhos dos associados SIB
Local: galeria do Senac Lapa – Scipião
Palestras

Dia 10/08, terça-feira, às 20h
DESENHANDO COM FZ
ilustrador Fabio Zimbres
Local: auditório do Senac Lapa – Scipião

Dia 16/08, segunda-feira, às 20h
MARIO BAG: ILUSTRADOR
Ilustrador Mário Bag
Local: auditório do Senac Lapa – Scipião

Dia 17/08, terça-feira, às 20h
O FUTURO DOS SALÕES DE HUMOR
ilustradores Edu Grosso, Rick Goodwin e Dênis Mendes
Local: auditório do Senac Lapa – Scipião

Dia 23/08, segunda-feira, às 20h
A PRODUÇÃO DO JORNAL DIÁRIO E O USO DE ILUSTRAÇÕES
editor de arte Fabio Marra
Local: auditório do Senac Lapa – Scipião

Dia 24/08, terça-feira, às 20h
LINGUAGENS URBANAS – O QUE FIZERAM E O QUE FAZEM
DOIS PIONEIROS DO GRAFITTI

ilustradores Jaime Prades e Ozéas Duarte
Local: auditório do Senac Lapa – Scipião

Dia 30/08, segunda-feira, às 20h
A ONDA DIGITAL CHEGOU AO MUNDO DOS LIVROS: E AGORA?
ilustradores Beto Melo e Elaine de Moura Olcese
Local: auditório do Senac Lapa – Scipião

Dia 31/08, terça-feira, às 20h
OS CAMINHOS DA ANIMAÇÃO 2D
ilustradores Rosana Urbes e Rune Bennicke (dinamarquês)
Local: auditório do Senac Lapa – Scipião
Xaxim2
A programação visual dessa vez foi do fodaço Mario Bag e seu gatim de sete vidas, uma delas sendo vendidas para pagar o jantar de amanhã, como se isso fosse uma prelúdio para a vida de ilustrador. Adoouro seu estilo de desenho xilografóide, quase um cordel com um senso estético 2.0, com um refinamento gráfico e colorido.
BAILÃO & FORRÓ

Sê benvindo, Site e Portfólio novos!

Demorou um bocadinho, mas enfim está no ar meu novo site e portfólio digital.
siTENOVO
Entre aqui e esbaldeie-se.

Agora as imagens estão maiores, e as lâminas de bandeja, maiores ainda. Depois de clicar e surgir a imagem lateral, clique nela novamente que ela vai aumentar mais ainda. Isso vale pra todas imagens com detalhes, além das lâminas de bandeja.

Agora o site dá pra ser atualizado imediatamente, e as páginas frontais customizadas à lá vonté. E também tem a parte em inglês, onde qualquer um, de Nova York à Burkina Faso coseguem entender o que está lá.
Viva HTML e WordPress.

O site, obviamente, é mais sóbrio, tem fins mais profissionais. O blog é diversão e válvula de escape, mas os dois se completam. Próxima meta é criar uma newsletter. Nada detém a fúria digital.

Três bilhões e meio e aumentando…..

Poutz.

Sempre tive curiosidade de saber quantas lâminas de bandeja foram impressas desde que eu comecei a fazê-las. Eu sei que a média é de 12 a 14 milhões por edição, um número bem respeitável, mas o montante total sempre foi um enigma, porque elas têm uma periodicidade meio irregular, além de ter outras lâminas que só saem em algumas cidades específicas e em menor quantidade.
Planetas
Pois bem, fiquei sabendo da própria agência que tem a conta do McDonald’s, a Taterka, que a quantidade de lâminas impressas desde 1993 até agora foi de embabascantes….3,5 bilhões! Por extenso, três bilhões e meio de lâminas de bandeja!!! Contando que eu criei, ilustrei e escrevi pelo menos 95% das lâminas feitas até hoje, tenho aí pelo menos uns 3,3 bilhões de lâminas impressas nas costas. Quando a conta chega nos bilhões, a coisa perde o sentido, parece lagarta de tantos zeros.

Em compensação, árvores secarão de desgosto quando correr por elas no Ibirapuera.

E poutz again, desde 1993….17 anos é tempo pra caray. Ano que vem eu faço a maioridade com as lâminas de bandeja.

O lado bom é que o desenho delas deu uma melhorada boa depois que eu virei ilustrador autônomo definitivo, e o Bistecão e meus comparsas ilustradores tem culpa nisso, pois o nível particular de exigência subiu muuito, e continua subindo, ainda tem muita coisa pra aprender e fazer.
E eu que achava que as Fast Girls seriam bobeira, elas estão me ajudando horrores nessas últimas, pelo menos em termos de velocidade de trabalho. Essa daí é uma petita palhinha da próxima, que deve sair daqui a um mês nas lojas.
Nojinho
Tadinhas, elas tão de escanteio por enquanto. Sei que prometi várias vezes, mas assim que acabar esses megajobs elas voltam.

Pegando um bronze no corpo e um pastel seco na mão

Oportunidade pra quem quiser misturar protetor solar com tinta, além de gostar de desenhar e bundar ao mesmo tempo, ou quase.
DSC029341
O Montalvo tá montando workshops especialíssimos em Maresias. Serão oficinas de encadernação, pastel seco e pinturas mistas, em alguns finais de semana de julho e agosto. Tudo isso numa pousada fino da bossa e ambiente aprazível.

Entra no site do Montalvo que lá tem todos os detalhes e a inscrição pra quem quiser ir lá sentir cheiro de siri morto na praia. Eu tô precisando de uma prainha, tô branco feito uma larva.

Lâmina Copa Trilha em destaque

Já que a Copa acabou, pelo menos pra brasileiros, nada melhor do que comemorar com algo que vai perder a validade hoje, dia da eliminação do Brasil pela Holanda, uma país onde se usa tamanco de madeira, veja só.
Trilhadef
Como havia dito antes, vou continuar colocando algumas lâminas com ilustrações em destaque. Essa é a da trilha das Copas do Mundo, feito com um traço diferente. Essa lâmina tem uma curiosidade e uma tristeza: eu a tinha criado e já planejando com os desenhos curvilíneos do Gustavo Duarte, que com certeza tem mais familiaridade com o assunto e traço muito mais refinado do que esse que eu fiz. Ia ficar ducaralho, mas infelizmente por questões de logística e prazo, isso ficou imposível. Desculpa mesmo Gustavo.

Elas foram feitas no Photoshop, e não no Painter. E sempre faço as ilustrações das lâminas uns 500 ou 600% maior para depois reduzir um bocado e as imperfeiçõs na pintura e no traço, que são muitas, reduzirem a quase nada.

2014
1998
2010
2006
1978
1966
1962
1982B
1934b
1974s
1970
Cheer

Não verás a luz do dia

Onde mais posso mostrar layouts senão no blog, correto? Uma vez que o site não é lugar pra isso, a não ser que o layout seja tão bom quanto a arte final, o melhor é fazê-lo informalmente.

Essas foram propostas que fiz para um anúncio de página dupla para o McDonald’s que rolou há um tempo atrás. Eles queriam um anúncio com cara de lâmina de bandeja pra enaltecer a questão da sustentabilidade ambiental (sustentabilidade é uma palavra que já está soando como “a nível de” em meus ouvidos). No final eles mudaram de idéia em relação ao conceito e optaram por usar uma foto de um rio enorme com um texto corrido.

Mas achei que os traços dos layouts dos canarinhos – assim são chamados os jovens que te servem hambúrguer no McDonald’s – estavam bem soltos e bem expressivos, ganhando o direito de terem uma exposição que lhes foram negada. Eu particularmente gosto muito da idéia da vaquinha abanando o rabo feito cachorro, por um tico não me convence a virar vegetariano.

Clica na imagem que ela aumenta feito pão molhado.

Print

Print

Revista Ilustrar 17 pra você, meu amiguinho

Já está disponível para download de graça, ou seja, não pergunte onde você pode comprá-la – a indefectível Revista Ilustrar 17, clique aqui nesse link para teleportar esse acepipe de e para ilustradores em seu ordenador. Agradeçam a graça ao Ricardo Antunes pela graça conseguida.
Ilustrar17
Comecem a leitura pelas colunas do Brad Holland e sua tara ictiofílica e a coluna do Alarcão, falando sobre a praga da ansiedade juvenil, aquela que faz ilustradores venderem o seu maior bem por 3 feijões mágicos, que não final não são nem feijões nem mágicos, mas cocô de cabrito.

Antunes conseguiu entrevistar o ilustrador de um dos ícones dos anos 80, Derek Riggs, a mão por trás do Eddie do Iron Maiden. A gente, que  já virou tiozão, lembra com lagriminha nos olhos a época em que as ex-namoradas ainda eram esbeltas e o joelho não doía de subir escada.

Tem coisa pra caramba que não vou ficar falando em duplicidade, baixe a revista e refestelem-se.

Mas antes, duas coisas: sou fãzaço do trabalhos desses dois que estão na revista:
Santoloco
Mateus SantoLouco desenha pra caralho!
Mariobag
Mário Bag  desenha pra caralho! Aliás vai ser dele o pôster do IlustraBrasil 7.