Fast Girl # 131 – A Noiva do Noivo da Noiva Cadáver

Esqueci o nome da bonitinha.
Noivacadaver
Foi feita no Painter XI, giz digital, mas com uma ponta diferente. Ao invés da ponta de feltro, usei a ponta com mola, que é muito mais rápida. E o resultado me apetesceu.
A idéia de fazê-la veio lendo a notícia que Tim Burton vai fazer a Família Addams em stop motion.
Tim Burton
Família Addams
Stop motion…

Snif…

Lâmina de Brasília, que faz 50 mas tem corpinho de 70

Aproveitando que amanhã é o dia do desmembramento do Tiradentes (lembro das chocantes imagens que apareciam nos livros de escola dele com várias partes do corpo separadas que dava um clima de “Jogos Mortais” na sala de aula) e também é o aniversário de Brasília, eis a lâmina da cidade mais estranha que já conheci.
Brasilia501803101503
Que vontade que deu de desenhar a cabeça de Tiradentes eu um canto e a perninha dele em outra….
O prazo foi pequeno como mamilo de anão, foi feita numa pauleira de tirar pai e mãe da forca. Desculpe o trocadilho.

Barba Ruiva, tão bonitim na aquarela

Acontece nesse sábado, 24/04, o lançamento do livro “O Pirata Barba Ruiva”, da editora Arvoredo, na Livraria da Vila (Fradique Coutinho 915, Vila Madalena), das 15h às 18h. Foi escrito por Manoel Artur Villaboim e ilustrado pelo já sem adjetivos de tão bom, Gonzalo Cárcamo. Puxando saco mesmo, um dos maiores aquarelistas que já pousaram meus cansados olhos.
Capa Barba Ruiva
Ao invés de gastar dinheiro em feijoada oleaginosa nesse sábado, vá lá e faça seu lado direito do cérebro feliz. O esquerdo também agradece.

Paúra, ou medos antigos de coisas idiotas

O grande compadre ilustrador Gustavo Duarte, um aficcionado pelas artes futebolísticas e de traço fluído e flexível como cabelo de modelo bem cuidada, ilustrou o livro Paúra, escrito por Sérgio Franco.
convitin.indd
Eu já li o livro e é hilário. Como ele trata de assuntos de medos de crianças, que vão desde o famigerado Papai Noel com cheiro de álcool saindo pelos poros e que você tinha que sentar pra tirar foto em loja de departamentos, tipo lojas Marisa de quinta categoria, até medo de palhaço, esse um clássico que virou histeria coletiva quando saiu o filme Poltergeist. Não tem como não se identificar ao menos com um medinho listado no livro.
Noel2
Eu, por exemplo, tinha pavor de tirar foto em cima de carneiro colorido e de briga de gato no cio no telhado, achava que era o Bebê Diabo brigando com outro Bebê Diabo. Também tinha medo de virar mendigo e de descobrir que eu tinha sido adotado.

É djóia, não tem politicamente correto no meio, é a finesse do cuzinho apertado.

O lançamento do livro acontece nessa quinta, 15/04, na Livraria da Vila (Fradique Coutinho 915), das 18h30 às 21h30 . Vai lá, compra um que ele autografa no maior capricho.

E cultura inútil: o nome que se dá pra esse fenômeno que falei do Papai Noel, de gente que bebe tanto que parece que é suor de álcool velho na pele se chama “uremia”.

Quer uma oficina? Ponha o dedo aqui.

Estás interessado em fazer uma oficina de desenho comigo?

Então mande um email para esse email:

m78estudio@uol.com.br

Frigidminor
Criarei um mailing list do bem (não venderei seus emails para prolongadores de pênis e limpadores de crédito na praça) porque em geral o número de participantes sempre tem que ser pequeno, pra dar atenção pra todo mundo e ninguém se sentir aquele filhote sem teta na hora de mamar, e geralmente a procura é grande, frustrando sempre aqueles que chegam depois da lista de participantes ficar lotada.

Sendo assim, as Oficinas que eu organizar (vejam bem, somente as que eu organizar) só serão divulgadas por email. As Oficinas organizadas por terceiros ficam sendo divulgadas normalmente.

Então, mandando seu email, eu coloco ele na lista e serás convocado também por email assim que abrir uma nova oficina, de maneira organizada e civilizada.

Tao do Ilustrador

Tao é caminho em chinês.

Esse pôster eu fiz pra revista MacMais há um tempo e agora serviu como ilustrativo da palestra “Profissão Ilustrador” que demos (Eu, Montalvo, Shuman e Orlando) no SESC Pinheiros, que continua firme e forte com varias mesas abertas muito interessantes. E dia 27 eu vou estar lá de novo avaliando portfólios, só que esse evento já tá lotado.

Como eu disse antes, esse caminho não é rígido, nem é uma regra, é um apanhado geral do caminho médio de um ilustrador. Não é intenção ensinar o “caminho das pedras” nem de taxar isso de verdade, porque exceções e variações sempre vão existir, o que é bom. Ah, se a vida fosse assim modular….

Aliás, pode clicar na imagem que ele intumesce ainda mais.
Caminho

Oh, mais uma lâmina de bandeja sobre Copa da FIFA.

Mais uma lâmina de bandeja do McDonald’s sobre a Copa do Mundo da FIFA (tem que escrever assim, senão o pessoal fica zangado).
(Clica na imagem que ela aparece maior e correta)
Trilhadef
O estilo tá um pouco diferente, com o traço um pouco mais fino. Foi desenhado e pintado no Photoshop, sem passar pelo Painter.

Tem mais três ainda pra sair.

Dá um frio na barriga em pensar em 2014.

Fast Girl # 126 – Crazy Claire Littleton

A Claire maluca, ou Rousseau 2.0, só consegue ser uma Fast Girl de um universo das Lost Girls por causa do bebê caveira de cachorro.
Claire

A ferramenta que usei no Corel Painter XI é pincel Sumie digital pelo de camelo. Corre macio, macio no papel feito barriga de coelho.

Update: Tremei, como disse abaixo o Eric Peleias, seria a caveira canídea a caveira do simpático Vincent??