Palavras de Maurice Sendak para ilustradores escutarem com ouvidos e corações abertos

Maurice Sendak, pra quem não sabe, é o pai do livro “Where The Wild Things Are”, que o concebeu em 1963. Tive a felicidade de ver uns desenhos originais dele em NY, naqueles momentos de osmose espiritual que acontecem quando você encontra um ícone da sua carreira.
sendak
Nesse videozinho, que saiu no blog Drawn, ele fala em 3 minutos qual é o significado de ser um ilustrador infantil, muito significativo. Às vezes um simples “não sei” tem muito mais força do que 700 palavras ditas em um minuto.

Spike Jonze dirigiu o filme do livro e aí ele vira moda por aqui, coisa que deveria ter acontecido há uns 30 anos pelo menos.

Fast Girl # 71 – Shosanna

Além das fofinhas, também tenho um fetiche por mulheres de nariz grande. Mélanie Laurent, a atriz que faz Shosanna, em Inglourious Basterds, tem uma napa digna de se colocar em cima da lareira.
shosanna
O filme se paga com Brad Pitt tentando falar “Arrivederci” com sotaque caipira americano. E Dunder Mifflin grudando na cabeça no final do filme – que vontade de soltar um spoilerzinho. Daqueles do tipo “adivinha quem morre no final do filme?”