Desenho feito nas coxas

Todos os que odeiam o Carnaval como eu deveriam sacrificar um bode para homenagear o sujeito que criou a TV a cabo, ou jogar uma praga do Egito para quem inventou que ir para a praia nesse período carnal, juntamente com o final de ano, é sinônimo de descanso e harmonia.

Essa noticia já andou rolando uns dias atrás na lista da SIB, mas é tão boa que merece ser lançada aos quatro ventos.

O Baptistão, um dos melhores dois cartunistas do Brasil, cujo poder de desconstruir e reconstruir comicamente as pessoas é quase mutante, teve suas ilustrações indevidamente usadas por uma gostosa genérica (créditos para Azaghal) durante o Carnaval (e esse tapa-sexo do tamanho de um micróbio deveria se chamar placebo hipócrita, só dá segurança emocional pra dublê de modelo, porque entre estar ou não com a rachada perseguida exposta vira somente uma questão conceitual).

Lula na coxa direita, Obama na coxa esquerda chupados (êpa) diretamente e sem pudor (êpa êpa) das ilustrações do Baptistão, cujo resto do corpo foi diagramado de uma maneira que parece trabalho de escola, daqueles feitos com recortes de revista em cartolina.

Se isso tivesse acontecido com um desenho meu, não sei se me sentiria ofendido ou excitado. Tiradas à parte, o fato é que usaram o desenho do Baptistão sem autorização e sem pagamento.

O mínimo que eles deveriam ter feito é ter dado um espaço na bunda dessa menina pro Baptistão assinar, bem grande.

Momento cultura sobressalente que não saiu nas lâminas de bandeja:

A expressão “feito nas coxas” vem desde a época da escravidão brasileira. Escravos doentes demais pra trabalhar no pesado moldavam barro nas coxas pra fazerem as telhas das casas. Mas como uma coxa não é igual a outra, as telhas não ficavam uniformes e quando instaladas davam uma péssima impressão de coisa malfeita.

Como o politicamente correto é um cachorro raivoso e almofadinha, não consegui colocar essa informação numa lâmina de bandeja por que contém a palavra “coxa”. Coxinha pode, porque tem “inha”.

5 thoughts on “Desenho feito nas coxas

  1. Legal que a julgar pela sombra no rosto, a chama que o Obama segura na perseguida não ilumina, suga a luz!

  2. Pois é, mas a pessoa que copiou, além de ter usado os desenhos sem permissão, ainda foi burro o suficiente pra faze-lo mal feito. Repare na imagem do Obama, o cara inverteu o lado onde se encontra a luz mas se esqueceu de inverter onde se incide a luz no rosto do personagem. Bastava ter espelhado a imagem e tudo bem, mas…

    E esse tapa sexo é realmente ridículo, não sei se faz dirença deixar ou não, pff.

    E Hiro, seu blog é ótimo! =)

  3. Hiro, conheço teu blog através de outro que me é muito caro. Legal a preocupação com o colega ilustrador, pois sempre é desagradável ver nosso trabalho usado de maneira irregular, sem permissão de nenhuma espécie.

    Mas existe outra definição para o “nas cochas”, um pouco melhor que esta dos escravos e das telhas (que é verdadeira, por sinal – que o digam os casarões de minha terra (Pelotas). Trata-se da confecção de charutos pelas negras caribenhas e baianas, que utilizavam (utilizam?) as cochas para arredondá-los. Bem mais interessante, não?

  4. uahsuahshu ai hiro eu amo seu blog kkkkkkkk adoro seus comentarios dear sou sua fã nhyam nhyammm e viva a muie pelada nu carnavaaaaaal ahsahushuhs
    eu heim XD

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>