Pós-Sketchcrawl

Já vai fazer um mês que aconteceu o Sketchcrawl Brasil, mas meu grilo falante interior impede que eu passe por isso sem deixar um registro para um futuro póstumo, por pura prevenção, pois ando numa maré de azar que parece que meu anjo da guarda está com TPM.

Esse é um sketch do Montalvo, o pai do Sketchcrawl, pra começar.

Pois bem, o pai do evento esperava no máximo 80 pessoinhas pra participar do Sketchcrawl em São Paulo. Vieram no mínimo 120 (!!) e tanta aglomeração de jovens e canetas quase causou uma síndrome do pânico do bem neste ser.

Foi o Sketchcrawl que mais gente reuniu no mundo, se não acredita aqui estão as palavras de Enrico Casarosa, o grande pai do evento, para firmar isso tudo. O que valia era participar, nem que fosse através do chamado “Bloco do Sketchcrawl Sozinho”, como fez Bruno Porto em Xangai e em vários outros países – não duvide que houve um Sketchcrawl Tuvalu.
A proposta é essa em todo o globo, desenhar, desenhar e desenhar. E também ajudar quem precisa, como muitos, mas não todos, fizeram trazendo mantimentos.
O Montalvo criou um Flickr só com desenhos e outros acepipes sketchcrawlianos, passa lá pra se inspirar a participar do segundo, que srá daqui a uns dois meses e meio, mais ou menos, com lugar a ser confirmado.

Saiu até no Caderno 2 do Estadão, sinal de que, se o Sketchcrawl fosse um cachorro, estaria começando com as quatro patas direitas.

E se você é daqueles que acha que perdeu o Sketchcrawl porque estava liso como azulejo e não tinha como vir pra São Paulo ou Rio, faz um na sua cidade, ué! Não tem que pagar nada, só juntar a galera no dia e mandar as fotos no Flickr, pra fazer bonito lá na terra do Homem-Obama.

Essa é a galera que arrasta o “S” , fazendo o Sketcrawl Rio de Janeiro, e o rabisco do Eldes, no Sketchcrawl São Carlos.


Essa é a cambada que se juntou no bar Genésio, cujo péssimo atendimento não chegou a aflorar nossos instintos mais primitivos. Entre uma batata frita e outra, veio uma imagem paranóica na minha cabeça: toda aquela moçada se debandando alegando o primeiro Pindura Ilustrado, e Montalvo tendo que lavar pratos até acabar sua energia vital, ou ter que dar meio quilo da sua própria carne, como em Mercador de Veneza. Felizmente todos tinham pai e mãe, receberam uma educação cristã e pagaram tudo direitinho.

Essa galera foi o Arrastão Ilustrado na Vila Madalena, cães e gatos fugiam assustados quando viam a multidão com cadernos e lápis em punho com registrando tudo o que viam, deixando leigos não rabiscadores intrigados nos barzinhos da Vila.


E estes, por sinal, são os rabiscos do meu sketchbook. Alguns deles, não a maioria, fiz durante o evento desenhante – na verdade só uma pequeníssima parte, porque esqueci de levar as canetinhas adequadas, mas ao contrário da moçada, que registrava o cenário a sua volta, eu desenho bobeirinhas pra preencher vazios.


Quando acontecer o próximo Sketchcrawl eu posto aqui.

5 thoughts on “Pós-Sketchcrawl

  1. Oi Hiro,
    estou navegando pela primeira vez em seu blog e este post é novinho em folha…
    Acessei um link no Orkut, dentro da comunidade “De graça nem pensar”, que me levou até o seu blog. Lí o seu post “Porque não ilustrar de graça” o que me contagiou imediatamente. Aproveitei e naveguei pela sua página. Fiquei maravilhado com a qualidade de seu trabalho e surpreso por ter descoberto quem ilustra aqueles joguinhos americanos da MacDonalds hehehe. Bem legal.
    Tomei a liberdade de adicionar o seu blog no meu.

    Abs!!!

  2. Q alegria ver o “resultado” deste evento aqui… como demorou a ser publicado!! já imaginava q o pqno Hiro não curtiu tanto movimento. tsc tsc…pela foto vejo ares de “até a próxima pessoal!!”

    abraços
    Tina

  3. Salve Hiro kun! Sou grande admiradora do seu trabalho, vivo de olho no seu blog, rolei de rir no seu nerdcast com o Martinez e qual não foi a minha surpresa quando um amigo me mandou um e-mail dizendo que EU estava no seu blog!!! rsrs!!! xD Eu sou do Rio e participei com a galerinha daqui do sketchcrawl, sou a indivídua de óculos na foto aí em cima, da galera do Rio! :D

    Meu queixo foi no chão qdo vi a cabeçada de gente q foi no evento de Sampa! Sensacional! xD Ilustradores, uni-vos! :D

  4. Oi Hiro,
    show de bola o teu sketchbook, pra mim esses aglomerados à la “Onde Está Wally” são a melhor coisa que existe… ;-)
    Também fiz meu “bloco do SC sozinho” aqui em Floripa, meus rabiscos estão lá no meu blog… abraço ;-)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>